PRODUÇÃO DE FIGURADO EM BARRO DE ESTREMOZ

dieta mediterranica fado4 jose malhoa fado domnio pblico wikimedia commons fado exposio permanente vijos frade
© Município de Estremoz
© Município de Estremoz
© Município de Estremoz


2017 – Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade
A produção de Figurado em Barro de Estremoz envolve um processo de produção que dura vários dias: os elementos das figuras são montados antes de serem cozidos num forno elétrico, pintados pelo artesão e cobertos com um verniz incolor. As figuras em argila seguem temas específicos, sendo vestidas com a indumentária regional do Alentejo ou com as roupas da iconografia religiosa cristã. A produção de figuras de barro em Estremoz remonta ao século XVII, e as características estéticas muito distintivas das figuras tornam-nas imediatamente identificáveis. Esta arte encontra-se fortemente ligada à região do Alentejo, pelo que a grande maioria das figuras retrata elementos naturais, atividades e eventos locais, tradições e devoções populares. A viabilidade e o reconhecimento da arte são assegurados pelos artesãos através de seminários educativos não-formais e iniciativas pedagógicas, bem como pelo Centro UNESCO para a Valorização e Salvaguarda do Boneco de Estremoz. São organizadas feiras a nível local, nacional e internacional. Os conhecimentos e competências são transmitidos nas oficinas familiares e em contextos profissionais, onde os artesãos ensinam o básico do seu ofício através de iniciativas de formação não-formal. Os artesãos estão ativamente envolvidos nas atividades de sensibilização organizadas em escolas, museus, feiras e outros eventos

 

CRAFTMANSHIP OF ESTREMOZ CLAY FIGURES


2017 - Representative List of the Intangible Cultural Heritage of Humanity

The Craftsmanship of Estremoz Clay Figures involves a production process lasting several days: the elements of the figures are assembled before being fired in an electric oven and then painted by the artisan and covered with a colourless varnish. The clay figures are dressed in the regional attires of Alentejo or the clothing of religious Christian iconography and follow specific themes. The production of clay figures in Estremoz dates back to the seventeenth century, and the very characteristic aesthetic features of the figures make them immediately identifiable. The craft is strongly attached to the Alentejo region, since the vast majority of the figures depict natural elements, local trades and events, popular traditions and devotions. The viability and recognition of the craft are ensured through non-formal education workshops and pedagogical initiatives by the artisans, as well as by the UNESCO Centre for the Appreciation and Safeguarding of the Estremoz Clay Figure. Fairs are organized at the local, national and international levels. Knowledge and skills are transmitted both in family workshops and professional contexts, and artisans teach the basics of their craft through non-formal training initiatives. Artisans are actively involved in awareness-raising activities organized in schools, museums, fairs and other events.

Saiba mais em:

  • Partilhe